19May 2015

Casamento: A escolha do vestido

Posted by at in Casamento

Então que “a ficha caiu” gente!!!!

Se você, amiga noivinha, ainda não acredita que vai se casar, experimente um vestido de noiva! Sério, é um sensação que não tem como descrever!

Há algumas semanas minha mãe e eu fomos correndo até a São Caetano, uma rua tradicional aqui de São Paulo que só tem lojas de vestidos de noiva.

Se tem uma coisa que eu amo na minha cidade é isso. Tem a rua do vestido de noiva, a rua das ferramentas, a avenida dos lustres, a rua das motos. Você simplesmente consegue fazer todos os orçamentos que precisa e pechinchar. Amo!

Para chegar lá a melhor alternativa é Metrô ou trem (CPTM), descendo na estação Luz (a mesma para ir ao Bom Retiro / José Paulino – a rua da moda). Na saída do metrô você já encontra as lojas.

Aí vem a parte chata: Basta você subir a escada rolante que já encontra as vendedoras em frente às lojas, todas preparadas! Se você parar em frente a vitrine ou simplesmente passar em frente, elas já chegam como gaviões perguntando: “tá vendo vestido noiva?“. Sério, essa tática comigo não funciona nem em loja normal. Pergunta isso para mim que já ignoro e saio fora.

Calhou que na primeira loja que passei em frente e isso não aconteceu foi onde fechei. Entrei atraída pela calda de um dos vestidos da vitrine que era no estilo que queria. Depois observei outro e quando vimos já estávamos dentro da loja. Só então a vendedora chegou e descrevi o modelo como queria.

O que ajudou muito foi ter levado algumas imagens de referência com os modelos que eu queria e logo ela trouxe vários vestidos bem parecidos. Lá fui eu para o provador. A moça me ajudou a colocar o primeiro e UAL! Era eu ali em frente ao espelho mesmo?

Experimentei seis modelos. Cada um que vestia saia pela loja desfilando. Acho que nasci pra isso! Como queria colocar o pedaço de um, o bordado de outro em outra saia, outra calda, acabei optando mesmo pelo primeiro aluguel, que saiu bem em conta. O gerente achou que o modelo que escolhi com as minhas medidas irá agregar valor na loja, pois provavelmente terá muita saída. Por isso me deu um descontão.

Me dei super bem com todos eles, mas só vou falar nomes e mostrar os detalhes depois de casada, tudo bem?

Vai experimentar vestido também? Por enquanto vou dar cinco dicas para as noivinhas:

1- Separe e imprima imagens com modelos que você goste. Isso ajuda as vendedoras e estilistas a saberem exatamente o que você quer. Só que cuidado, mantenha o foco, pois você encontra tanta coisa legal que acaba se perdendo. Se for preciso, vá para casa, pense melhor, busque mais referências na internet e volte depois.

2- Decidiu ir para as lojas? Procure vestir uma lingerie confortável e em dia, pois se você precisar experimentar a vendedora vai entrar no provador com você. Também procure usar uma maquiagem leve, ou até mesmo vá sem para não sujar as peças.

3- Na hora de experimentar: Quando decidir ir para as lojas, impossível sair sem experimentar nada. Experimente até mesmo para que você tenha ideia de que o modelo que você escolheu fica bem com o seu corpo. O vestido precisa ser aquele que você se sinta bem.

4- Faça o test-drive: Quando estiver vestida, dê uma volta pela loja, sente com ele, procure fazer os movimentos que você fará no grande dia, justamente para saber se você se sente bem com ele em todos os momentos. Se você fará uma cerimônia religiosa onde precisará ajoelhar uma coisa muito importante é: Se ajoelhe na loja! Tem vestido que não deixa você fazer isso ou que até mesmo levanta nessa hora. Cuidado para não ficar com o popô de fora! rs

5- Vai com alguém? Não deixe outras pessoas te influenciar. A noiva é você, o casamento é seu. Quem tem que saber se vai renda, brilho, o tamanho da calda, do véu, é você!

Mas você é uma pessoa indecisa? Como saber se aquele vestido que você experimentou é realmente o vestido para o grande dia? A minha prima/irmã/madrinha/afilhada, que vai casar um mês antes que eu, me disse uma coisa que ficou na minha cabeça:

Você experimenta os vestidos até entrar naquele que você não quer mais tirar. Aquele que você viveria para sempre vestida, não precisando de qualquer outra roupa para viver. Esse é o vestido!

Simples assim!!! Espero que tenha ajudado e assim que o casamento passar conto mais detalhes. Fiquem de olho!!!

Share on Facebook
18May 2015

NY: E lá se foram três anos…

Posted by at in Lugares

Dia 11 completou TRÊS ANOS que fui para Nova York, mas parece que foi ontem. Foi simplesmente a melhor viagem da minha vida e uma das melhores coisas que fiz na minha vida. Pelo momento que estava passando, acabei não registrando tudo aqui como eu queria, coisa que me arrependo até hoje. Realmente queria compartilhar tudo com vocês, mas depois de tanto tempo, são poucas coisas que poderia falar sem receio de terem sido modificadas com todo esse tempo que passou.

Quando tomei a decisão de ir para NY a minha vida estava uma bagunça! Do nada passei na loja de intercâmbio e fechei o contrato e em menos de quatro meses estava embarcando, com o visto (de estudante) emitido aos 45 do segundo tempo. Cheguei a fazer esse post contando como foi toda a parte do intercâmbio.

Cheguei em Nova York em uma manhã de sábado, após 10 horas de voo na fileira do meio ao lado de uma criança, sem falar ou entender qualquer coisa de inglês, completamente em pânico pensando que tinha feito a maior merda da minha vida. Simplesmente não sabia como sair do aeroporto. Por sorte achei uma atendente de um shuttle (um serviço de van que te leva para os lugares) que falava em espanhol. Peguei uma van e fiquei na porta do hotel.

Depois disso a adaptação foi acontecendo. Por sorte tive uma colega de quarto, que me tratou super bem e me entrosou com a turma. Mesmo com várias companhias, descobri como é bom viajar sozinha! Você ficar onde quiser, quanto tempo quiser, sem ninguém buzinando no seu ouvido. Assim o mês passou voando.

Grand Central Terminal

Monumento do Romero Brito em Columbus Circle

Trump International Hotel and Tower

Bike fofa em frente ao Central Park

5ª avenida

LOVE

A cidade mágica dos táxis amarelos

Times Square

A ciclovia da Broadway

Williamsburg

Lojinhas de souvenires

O touro de Wall St. – Fica uma fila para passar as mãos nas genitais dele. Dizem que traz sorte!

E os playgrounds para cachorros? Encontrei vários!

Washington Park

Só vi essas lambretas por lá. As motos mesmo eram aquelas tipo Harley ou tunadas, até com luzes

A minha despedida no aeroporto 

Ainda antes de embarcar me disseram que NY era uma praga, pois você vai e embora existam outros lugares do mundo para conhecer você quer voltar para lá do mesmo jeito e comigo foi assim. Não vejo a hora de conseguir me organizar para começar a planejar essa volta, desta vez com o Rodrigo. Sonho mesmo seria ficar de vez por lá, quem sabe?! Sonhar é de graça e atrai!

Mais posts que cheguei a fazer sobre NY:
Vlog: Sweet Pearl em NY
10 coisas desagradáveis sobre NY
NY Eu fui – Playlist
NY – O Intercâmbio

Share on Facebook
07May 2015

Rotaroots: Carta para meu eu no futuro

Posted by at in Pessoal, Rotaroots

Esse post faz parte da blogagem coletiva do Rotaroots, um grupo de blogueiros saudosistas que resgata a velha e verdadeira paixão por manter seus diários virtuais. Para ler todas as blogagens coletivas do Rotaroots, clique aqui. Quer participar? Então faça parte do nosso grupo no Facebook e inscreva-se no Rotation.

O que pensar da minha vida daqui a 10 anos?

Para mim é muito mais fácil falar do passado. Pensar em como estarei realmente é complicado.

Quando era criança sempre tinham aquelas brincadeiras que perguntavam com quantos anos iria me casar e a resposta era sempre 20 anos, mas acho que era um padrão para a época. O tempo passou muito, mas muito rápido mesmo. Quando cheguei aos 20 não tinha sequer feito faculdade, como pretendia desde os 17, não por preguiça, mas pela minha situação financeira. Com 18 a minha vida estava mega tumultuada, porque foi quando perdi a minha avó, que morava comigo e até um mês antes de partir fazia de tudo para a gente. Mas com 18 anos? Sim, ela dava todo o suporte em casa mesmo com seus 83 anos.

Quando estava prestes a completar 26 a minha vida mudou completamente de novo. Lá se foram todos os meus planos para o ralo e um tempo enorme de vida desperdiçado. É estranho, pois é uma época que apaguei praticamente todas as minhas lembranças e por isso tenho um enorme espaço em branco na cabeça, com poucas memórias, a maioria de coisas ruins. Cá estou eu falando do passado.

Vivi dois anos intensos, fazendo tudo que imaginava desde pequena, mas que ainda não tinha vivido e com 28 tudo começou a acontecer. Cá estou com quase 30 prestes a ter uma vida completamente diferente, outra vez. Vivendo o que imaginava desde os 28.

Sinto como se estivesse começando um livro em branco, não mais um novo capítulo. Tenho muito medo dos meus 30 anos e principalmente do que tem por vir, com 40, 50, já que a velhice é um dos meus maiores medos, não só esteticamente, mas porque sei que ao longo destes anos vou perder pessoas muito importantes e fundamentais que fazem da minha história.

Daqui a 10 anos estarei prestes a chegar aos 40 e o que eu espero que tenha acontecido? Eu realmente não tenho ideia! O que eu realmente espero é que tenha conquistado o meu espaço na carreira, que tenha tido ao menos um filho para cuidar de mim quando precisar. Espero que ao lado do Rodrigo tenhamos conhecido o mundo e principalmente, a minha principal meta e a que mais me tira o sono hoje, que eu tenha regularizado toda a minha situação financeira. Que nós estejamos morando em um apartamento quitado, quem sabe maior e em um bairro perto do centro ou até mesmo em outro país. Vivendo com saúde e com uma vida mais saudável ao lado de todas as pessoas que amamos. Ah sim, e que eu tenha desenvolvido o meu lado espiritual para perder um pouco esse medo que eu tenho.

O medo de mudanças, de sair da rotina, realmente me causa um pouco de receio, mas sei que preciso disso para chegar onde pretendo. Tenho receio de mudar, pois sei que hoje estou vivendo um momento tão feliz que não queria que a vida passasse tão depressa, como já está passando. Espero que quando estiver prestes aos 40 eu tenha vivido intensamente, mas que tenha em minha memória muitas experiências e histórias para compartilhar se não neste em outro blog, arquivando e compartilhando tudo com vocês.

Share on Facebook
06May 2015

Comprando Post-its pelo Ebay

Posted by at in Louca da Papelaria

Quando você começa no mundo do Pinterest (uma rede social que reúne imagens) é muito fácil pirar com as lindezas que encontramos. #Loucadapapelaria como sou, acabo endoidando nos itens de papelaria.

Um dia me deparei com imagens maravilhosas de post-its simplesmente fofos! Daí começou a minha saga: fui a Liberdade, em algumas papelarias que conheço, mas não encontrava os bonitos. Quando finalmente achava, o preço era um absurdo e recusava. Até que tive a brilhante ideia (demorou!) de procurar no EbayVoilà!!!!

Tudo bem que eu comprei na época que o dólar ainda não estava tão alto, foi mais ou menos em outubro do ano passado. Demorou um mês e meio para chegar. Você fica ansiosa? Fica! Dá desespero para que chegue logo? Dá desespero! Mas quando chega aquele pacotinho é uma alegria imensa que compensa todo o sofrimento!

Comprei todos eles em uma tacada só com esta vendedora.

Neste meu álbum do Flickr você pode conferir mais detalhes de cada cartela e outros itens de papelaria e conhecer mais detalhes pela categoria Louca da Papelaria aqui do blog!

Dúvidas? Sugestões? Onde você compra? Também coleciona? Deixe comentários!

Share on Facebook
05May 2015

Casamento: Vestidos de noiva Princesas Disney

Posted by at in Casamento, Moda

Esses dias estava navegando (nossa, há muito tempo não usava este termo) pelo Facebook e alguém postou o link com o catálogo de vestidos do estilista Alfredo Angelo inspirado nas princesas da Disney. Precisava muito compartilhar com vocês e principalmente para as noivinhas como eu!

Agora a parte triste da história: Os vestidos são vendidos apenas nos Estados Unidos e Canadá, com preços que variam de $599 a $1.199 (com essa alta do dólar impossível para mim de qualquer forma).

Para alegrar as madrinhas, todos os vestidos são vendidos em com três opções de cor (branco, off-white e colorido) e vestem também modelos plus size. \O/

E não é só isso! A coleção conta com vestidos infantis para as daminhas, também inspirados nas princesas.

Quem estiver com viagem programada e quiser trazer vale as dicas:

1- Cuidado com a alfândega! As noivas que compram vestidos de casamento fora do país não se livram da tributação, mesmo declarando ser de uso pessoal (a não ser que você comprove que casou no exterior, mostrando uma foto usando o vestido).

2- A Lia (Just Lia) contou em um post que ela fez no lançamento da coleção que chegou a ir em uma loja do estilista em Miami (na Rua Miracle Mile), só que nenhum produto pode ser comprado na hora ou a pronta entrega. Se você quer muito precisará de alguns dias.

E falando em Disney + Casamento, logo festa, logo bolo…

Share on Facebook
04May 2015

Instagram – Abril 2015

Posted by at in Imagens do mês

Ah abril! Como você passou voando e como você se arrastou!

   IGAbril1501

Comecei o mês com o cabelon bapho graças a uma ação da Loreal. Fui convidada para testar os novos boosters de tratamento da linha Elseve. Gostei tanto que comprei a linha toda e até hoje estou usando. Contei tudo para vocês neste post – Ganhei o ovo de Páscoa mais lindo da Pati Piva e até agora não comi por dó! – Já é tradição na família comparecer todo ano na missa da ressurreição, na mesma igreja que irei casar – Escolhendo um esmalte para passar…

IGAbril1502

No dia do jornalista a família logo lembrou dos jornais que produzia quando era criança contando todas as fofocas da família. Tive que publicar! – Presente que recebi do amigo mais sumido do mundo! – Passando a madrugada editando vídeo para o site do casamento (mostrei aqui) – Empolgada com a nova novela, que está sendo gravada perto da nova casa.

    
Todo um amor pelos Brigadeiros Deleite! Esse era de limão siciliano – Ovinho de Páscoa que ganhei na firma <3 – Economizando dinheiro almoçando fora, na varanda mesmo! Detalhe para os copos feitos com garrafas de suco/cerveja, que também ganhei do pessoal do serviço – Pintura ostentação. Quisera ter tempo e paciência para conseguir pintar!

   
Pessoal do trabalho é puro amor! Mais um presente, desta vez experimentei o famoso biscoito Globo! – Muita emoção também na primeira vez que experimentei um vestido de noiva! Breve teremos post sobre isso!!! – Matei um Aedes no meu último plantão – Aproveitando a noite para curtir o Ibirapuera e mais uma felicidade ao voltar a andar de patins (vídeo aqui) depois de quase 15 anos. Aff!!! Agora preciso muito comprar um…

   
Apenas para lembrar que também estou no Snapchat, ainda pegando o jeito, mas curtindo. Me adiciona lá (ssweetpearl) – Regram do @D_Frutaah, pois eles também fazem aquele esquema de dieta pronta – Dia 29 é dia de Spoleto – Café da manhã com o namorado após comprinhas no Ching Ling. Olha a nova aquisição ali no fundo! Estou tão feliz, mas ainda aprendendo com ela. Depois, se quiserem, faço um post.

 
Almoço delícia matando a vontade de D’Frutaah – Terminando o dia e o mês com um happy hour de despedida com o pessoal da firma.

Também entrei na onda do Dubsmash e gravei um vídeo com o Scott. Na verdade gravei vários, mas só publiquei esse mesmo!

E foi isso, um resumo do mês. Se gostou me segue lá para acompanhar em tempo real, pelo @SweetPearl!!!

Share on Facebook
28Apr 2015

Decoração: A lavanderia dos sonhos

Posted by at in Apartamento, Decoração

A minha lavanderia é tão pequena, que sempre que eu vejo qualquer imagem de uma fico de olho para ter ideias de arrumações. Há alguns dias, vendo o Houzz, site que reúne várias referências de decoração, me deparei com uma que achei simplesmente, perfeita!

Fico louca com essas ideias para arrumação, só imaginando a possibilidade de reunir tudo de lavanderia em um mesmo lugar, sem precisar ocupar outros cômodos da casa com os objetos que são da lavanderia/faxina. #virginianamodeon #TOC

Ficou curioso por mais detalhes? Olha esse vídeo que eles fizeram com os donos do recinto. É de pirar!

A minha além de ser minúscula (com cerca de 1,20 por 1,30) ainda tem um monte de encanamento passando, portas, janela e um passa-prato na única parede que teríamos livre. Enquanto não temos dinheiro, principalmente para trocar o tanque por um que seja possível emendar uma bancada por cima da máquina e colocar um armário embutido, fico reunindo ideia atrás de ideia, montando um álbum para quando for possível reformar ou mudar para um lugar que tenha mais espaço. Sonhando mesmo!

Aproveito para agradecer os padrinhos Focas pela graça da máquina/secadora alcançada!!!

Related Posts with ThumbnailsShare on Facebook
Theme developed by Difluir - http://themes.difluir.com